3 alimentos que roubam sua energia

3 alimentos que roubam sua energia
Rate this post

Na rotina agitada de nosso dia a dia, em que temos mais tarefas do que tempo para fazê-las com calma, é normal se sentir um pouco cansado ou sem energia. Contudo, quando esse cansaço é constante, é sinal de que algo não está certo. É claro que todos temos um limite de cansaço e estresse que muitas profissões contemporâneas simplesmente ignoram. Isso é um problema social, amplo. Mas se isso tem feito sua qualidade de vida reduzir drasticamente, talvez esteja na hora de reavaliar alguns hábitos do seu cotidiano.

Por exemplo, seus ciclos de sono podem estar desregulados. Médicos e especialistas afirmam que a quantidade ideal de sono é de 7 a 8 horas por dia. Essa seria uma noite bem dormida, que pode fazer milagres no controle de níveis de estresse e ansiedade. Sua rotina de sono está em dia? Então o que será que tem te feito tão cansado ou cansada no seu dia a dia?

Outro aspecto importantíssimo para o cansaço no cotidiano está na dieta alimentar. Será que você está ingerindo a quantidade suficiente de nutrientes que o seu corpo necessita? Uma dieta balanceada é essencial para manter os níveis de energia numa zona saudável. Existem os dois extremos: você pode não estar comendo o suficiente ou comendo alimentos que estão roubando sua energia. São desses “inimigos nutricionais” que vamos falar neste texto.

 

Goji berries

 

Ocorre que muitos alimentos que acreditamos que são saudáveis são justamente os que nos fazem mal. Devemos ter um cuidado maior com eles, desviando um pouco da desinformação do senso comum. Os primeiros de nossos “inimigos nutricionais” são os goji berries.

O goji berryé o fruto da planta goji, de nome científico Lycium barbarum ou Lycium chinense. É uma planta de origem asiática, há muito tempo presente na culinária tradicional do continente. O problema desse fruto está na sua composição, que contém algumas proteínas que inibem o combate do organismo a algumas bactérias presentes nesses aminoácidos. O efeito principal é um gasto ainda maior de energia por parte do corpo para conseguir se proteger contra esses elementos estranhos.

Por algum tempo, o goji berry foi visto no mercado farmacológico como uma boa opção para emagrecer. Pode até ser que o goji berry traga essa queima de energia a mais no curto prazo. Porém, o gasto de calorias para o desempenho de atividades cotidianas do corpo será muito maior, devido à energia em excesso gasta na proteção às bactérias presentes nesse alimento. Isso, a médio e curto prazo, produz uma sensação de maior cansaço no dia a dia, podendo contribuir para o desenvolvimento de hábitos sedentários que, por seu turno, podem levar à engorda.

 

Soja

 

Outro alimento alardeado como recomendado para uma dieta saudável é a soja. Esse alimento é uma das principais commoditiesproduzidas no Brasil, sendo que o país é o segundo maior produtor mundial e o primeiro exportador para o mundo. Carro chefe do agronegócio nacional, a soja é vendida como um alimento saudável e integrante de uma dieta balanceada. O que muita gente não sabe é que isso não é totalmente verdade…

A soja, em verdade, é um dos principais “inimigos nutricionais” que devemos evitar em nossa alimentação. Essa planta pertence à mesma família de outros grãos como o feijão, a lentilha e a ervilha. Sua classificação nos dá a impressão de ser um alimento saudável, “bem intencionado”… ledo engano. No longo prazo, o consumo de soja rouba a energia do corpo, contribuindo, em cima disso, para a engorda. Além disso, vários estudos ligam seu consumo à diminuição da libido, câncer de mama e até hipertireoidismo.

 

Suco de clorofila

 

Contraintuitivo, não é mesmo? Pois é, esse talvez seja o mais insidioso dos nossos “inimigos nutricionais”. Ao pensar em um suco natureba como o de clorofila, raramente costumamos lembrar alguns conceitos básicos de biologia, acompanhando o senso comum no raciocínio de que “se é natural, faz bem ao organismo”. Não é bem assim que a banda toca no reino animal.

Na realidade, é exatamente a clorofila que pode aumentar o gasto de energia do corpo. O organismo humano não foi feito para digerir esse tipo de alimento. É por isso que nós, humanos, não conseguimos nos saciar pastando capim, por exemplo, como fazem as vacas. Diferentemente desses animais, que têm um sistema digestivo muito mais complexo que o nosso, com quatro estômagos, o ser humano não consegue processar a clorofila de forma adequada, o que pode levar a um gasto excessivo de energia na tentativa de fazer isso.

Por outro lado, o sistema digestivo do ser humano também tem suas vantagens (pelo menos não temos que vomitar os alimentos e comê-los novamente, como fazem as vacas, animais ruminantes). Voltando ao suco, lembre-se que ele também pode ocasionar enjoos e um mal-estar no corpo. Afinal, é como se você estivesse tomando um suco de capim!

 

Como recuperar a energia?

 

Muito bem, já sabemos os alimentos que retiram a energia do nosso corpo. Mas como fazer para recuperar essa energia perdida, tirar o atraso? Bom, existem muitas formas de fazer isso. Uma das melhores opções para isso são os suplementos alimentares. Apresentamos hoje a você o VITAL 4K.

O VITAL 4K é um suplemento que tem o objetivo de aumentar a energia do corpo de maneira natural, contribuindo para um processo de emagrecimento rápido. Sua fórmula, a base de cafeína e taurina, é rica em vitaminas, minerais e, principalmente, polifenóis, não contendo ingredientes como glúten ou açúcar. Em sabor morango e cranberry, o suplemento vem em forma de pó e deve ser usado para o preparo de um composto líquido.

Esse produto pode trazer vários benefícios para o seu organismo, entre eles a queima de gordura localizada, incremento da sua energia no dia a dia, melhora na digestão e nos ciclos de sono, eliminação da retenção de líquido e muitos outros.

Leave a Reply