Candidíase

Candidíase
Rate this post

A candidíase é muito comum, sendo uma infecção causada pelo grande crescimento do fungo Candida que, normalmente, que ocorre quando acontece o enfraquecimento do sistema imunológico ou por causa de tratamentos com antibióticos.

Esse fungo vive no organismo humano, mas o sistema imunológico é capaz de evitar a proliferação em excesso. Mas, se o corpo está fraco ou sofre alteração hormonal os fungos podem se reproduzir rapidamente.

A candidíase pode acontecer por diversos motivos, podendo aparecer em homens ou mulheres. Ela possui cura, sendo com o tratamento sendo feito com pomadas ou remédios que acabam com os fungos que provocam a doença, aliviando os sintomas.

Além das partes íntimas, a candidíase pode aparecer na pele, boca, garganta, unhas, sangue ou intestinos.

Tipos de candidíase

Candidíase vaginal

É a mais comum e acontece com mulheres com um sistema imunológico mais fraco ou com flora vaginal desequilibrada.

Candidíase peniana

Menos comum que a candidíase vaginal e na maioria dos casos, se reproduz quando o organismo está mais vulnerável.

Candidíase de pele

Ela pode aparecer por causa do atrito entre as peles, causando pequenas lesões que surgem em um ambiente propício para o desenvolvimento de bactérias e fungos.

Candidíase de esôfago

É a mais rara e acontece com predominância nos pacientes que estão com baixa imunidade, sendo mais comum em idosos e raramente acontece com crianças.

Candidíase oral

A candidíase oral pode acontecer com crianças, idosos, diabéticos, adultos que fazem sexo sem camisinha e pacientes em tratamentos que deixam o sistema imunológico baixo.

Candidíase na gravidez

As mulheres grávidas sofrem mudanças nas partes íntimas que aumenta a produção de lactobacilos e o PH vaginal fica mais ácido. Isso favorece a ocorrência de candidíase.

Candidíase invasiva

Acontece com pessoas com um sistema imunológico enfraquecido, podendo acontecer em recém-nascidos com baixo peso e hospedeiros sendo uma infecção mais hospitalar.

Nela o fungo da candidíase age na corrente sanguínea, podendo afetar os órgãos, assim, causando complicações graves podendo evoluir para uma candidemia, que pode levar a morte.

Obs.: Mulheres e homens que nunca fizeram sexo podem ter candidíase.

Sintomas da candidíase

Sintomas principais: Muita coceira na área genital;O aparecimento de vermelhidão e inchaço na genitália; Placas brancas na região da vagina ou na cabeça do pênis;se há um corrimento branco parecido com o leite talhado;Dor ou queimação na hora de urinar;sentir dor durante o sexo.

Candidíase vaginal: Muita coceira na área vaginal; sentir dor e o aparecimento de vermelhidão na área vaginal; Corrimento vaginal branco parecido com leite talhado; Dor durante o sexo.

Candidíase peniana: Coceira, ardência e inchaço na ponta do pênis; Sexo doloroso; Ardência ao urinar; feridas na pele do pênis; Corrimento branco parecido com leite talhado; Cheiro forte na área íntima.

Candidíase oral: Vermelhidão, ardência e desconforto dentro da boca; Dor e dificuldade para engolir; O aparecimento de manchas brancas dentro da boca e língua; Rachaduras no canto da boca.

Candidíase de esôfago: Dor ao engolir; Dores no peito; Náuseas e vômito; Dores abdominais; Perda do apetite.

Candidíase na pele: O aparecimento de vermelhidão na parte das dobras; Pele escurecida na pele da região, com erosões e crostas; Descamação da pele; Coceira e queimação nas dobras; Saída de líquidos nas lesões.

Candidíase invasiva: Febre; produzir urina turva; Dores de cabeça; Vômitos; Inflamação nas articulações.

Causas

Normalmente, o contagio da candidíase ocorre nas relações sexuais sem proteção com uma pessoa contaminada. Porém existem fatores que podem facilitar o contágio:

Tomar antibióticos, anticoncepcionais e corticoides de forma frequente;

Possuir doenças como diabetes, AIDS, HPV e lúpus, pois tornam o sistema imunológico mais frágil;

Usar de forma frequente roupas apertadas ou molhadas;

Andar descalço ou compartilhar luvas;

Lavar as partes intimas mais de 2 vezes ao dia;

Usar o mesmo absorvente por mais de 3 horas seguidas.

Diagnóstico

Os sintomas são fáceis de identificar, mas são parecidos com outros problemas genitais, como vaginite, herpes ou gonorreia.

Para confirmar o diagnóstico é importante ir a um médico especializado, no caso das mulheres ou ao urologista no caso dos homens. Além do diagnóstico, o médico pode avaliar se há uma causa e indicar o tratamento mais adequado.

Tratamento de candidíase genital

A candidíase genital pode afeta homens e mulher e o tratamento para ambos é feito com pomadas antifúngicas.

Pomada para mulher

As pomadas para candidíase em mulheres usadas são as que têm como base miconazol e terconazol. Porém, podem ser utilizadas pomadas com antifúngicos parecidos aos dessas substâncias.

Primeiro, a área íntima precisa ser bem lava e as mãos precisam ser higienizadas com água e sabonete neutros. Depois, se aplica a pomada dentro da vagina. Algumas pomadas já vêm com um aplicador, basta cortar a ponta, colocar dentro da vagina, apertar e tirar a mão com o aplicador, outras vezes é necessário introduzir a pomada com um aplicador próprio comprado na farmácia.

Na hora da aplicação a mulher pode ser feita deitada com as pernas dobradas ou sentada ou em pé, com as pernas bem abertas. A pomada deve ser colocada o mais fundo possível na vagina.

Também, existem pomadas para passar na vulva e região externa. O médico é que irá indicar qual é a melhor pomada para cada caso.

Pomada para homem

Para os homens, o mais comum é a prescrição do cetaconazol ou do clotrimazol. Elas são aplicadas no corpo e cabeça do pênis, dando maior atenção para as áreas mais afetadas. Sempre higienizando as mãos e do pênis antes da aplicação.

Homens que possuem uma parceira ou parceiro fixo e não usa camisinha, o médico, geralmente, indicam o uso do cetaconazol como lubrificante. Assim, toda vez que for fazer sexo, é só passar um pouco no pênis para facilitar a penetração, sem causar ferimentos.

Geralmente, o tratamento com pomada em homens e em mulheres, é feito com o medicamento via oral. O mais utilizado é o fluconazol.

Receita médica

Algumas pomadas não precisam de receita médica para serem compradas.

Alimentos que ajudam a proliferação do fungo da candidíase: Álcool, Tomates, Pães e Carboidratos, Uva-passa. Leite e queijos, Açúcar.

Leave a Reply