Como tratar as micoses nas unhas de maneira natural

Como tratar as micoses nas unhas de maneira natural
Rate this post

 

As micoses nas unhas são muito incômodas e constrangedoras para a maioria das pessoas, pois afeta principalmente a parte externa do corpo, impossibilitando a pessoa de ficar descalço, por vergonha das unhas.

Os tratamentos para as micoses são muitos, alguns utilizam comprimidos, outros usam pomadas, cremes, géis e sprays para acabarem de vez com o problema.

Mas, alguns pacientes não podem tomar certos tipos de remédios industrializados, ou porque lhes fazem muito mal, ou por terem alergia a eles. O fato é que, todos podem tratar a micose, optando por soluções naturais e caseiras.

Soluções naturais ou caseiras

-Fungus Key Pro: a fórmula deste produto foi criada pelo Dr. Wu Chang, e tem feito sucesso no mundo todo, inclusive no Brasil. Ele combate de forma eficaz os fungos nas unhas dos pés e das mãos, e não provoca efeitos colaterais, por conter ingredientes mais naturais.

Os primeiros resultados começam a aparecer em 14 dias, ou em um mês, dependendo da intensidade das micoses, e das lesões que elas provocaram.

-Óleo de melaleuca:O óleo é extraído das folhas de Melaleuca alternifólia, espécie mais comum na Austrália. As suas propriedades são utilizadas em cosméticos naturais, desinfetantes e antissépticos, devido a seu alto poder curativo e antisséptico.

Basta misturar esse óleo, com um pouco de óleo mineral, e aplique diretamente na unha afetada pela micose, por uma semana, ou em casos mais graves, duas vezes por dia.

-Suco de limão: em uma bacia com água, esprema alguns limões e deixe os pés de molho (onde estiverem as micoses) por alguns minutos. Espere uma semana e repita o processo.

-Esmalte de alho:a substância presente no alho, chamada de alicina, que destrói e combate os fungos e bactérias presentes em qualquer parte do corpo. Pode-se pegar alguns dentes de alho amassados, e embebidos com um pouco de azeite, e aplicar na unha afetada pelos fungos.

Ou pegue um esmalte de base transparente, junto a um dente de alho moído, e aplique nas unhas afetadas pela micose. Outra receita para usar o alho no combate à micose, é deixá-lo de molho na água fervente, por 24 horas.

-Vinagre de maça: o vinagre é um excelente composto para atuar contra os fungos e bactérias, pois uma parte dele é feita com fermentação alcoólica, e a outra com fermentação acética.  

Em uma bacia de água, adicione meio copo de vinagre de maçã e uma colher de chá de bicarbonato de sódio, para deixar os pés de molho por mais ou menos 15 a 20 minutos.

-Água oxigenada (volume 10), vinagre branco e álcool (70%): misture em partes iguais, os três ingredientes em um recipiente, e aplique nas unhas afetadas pela micose, deixando agir por 15 minutos. Reaplique duas vezes ao dia, para acelerar o processo do tratamento.

-Vick VapoRub: este produto é utilizado geralmente para aliviar os sintomas da gripe, resfriado e a congestão nasal. Mas, as suas propriedades auxiliam no combate aos fungos nas unhas. O mentol, o eucalipto e a cânfora, matam as colônias desses micro-organismos.

Aplique uma ou duas vezes ao dia, uma pequena porção de Vick VapoRub na unha afetada, e deixe agir por 15 minutos ou mais. Dê preferência para aplicá-lo à noite, para que o efeito do produto se potencialize.

-Bicarbonato de sódio:este produto, praticamente todo mundo têm em casa. As propriedades presentes no bicarbonato de sódio, neutralizam a acidez na boca, no estômago, clareia os dentes, limpa as mãos e esfolia a pele naturalmente.

Basta fazer uma pasta com um pouco de bicarbonato de sódio e suco de limão, aplicando-a nas unhas das mãos e dos pés afetados pelas micoses por 20 minutos.

-Óleo de copaíba: a copaíba é uma planta que possui muitas propriedades antifúngicas, anti-inflamatórias, emolientes, cicatrizantes e antissépticas. Basta ir a uma farmácia e pedir o creme ou a loção do composto, e aplicar nas unhas afetadas três vezes ao dia.

-Compressa feita de sálvia: aplique uma compressa de óleo de sálvia (uma planta com folhas pequenas e rasteiras), com a ajuda de um algodão, em toda a área afetada pelas micoses, e deixe-a agir. Repita o processo, pelo menos duas vezes ao dia.

-Chá de aipim (mandioca): ferva três folhas de aipim em 250 ml de água quente, espere esfriar e aplique nas unhas afetadas pelas micoses, três vezes ao dia e após o banho, até que os fungos desapareçam.

Ervas frescas como o alecrim, arruda, eucalipto, alfazema e folhas de nogueira, também combatem as infecções por fungos.

Cuidados diários

 

 

Todos esses produtos e soluções caseiras, devem estar aliados à cuidados diários de higiene, limpeza, e principalmente deixar a pele respirar, como também:

-Evite roer as unhas;

-Lave e seque bem as unhas após tomar banho;

-Usar sapatos arejados e leves;

-Dê preferência para as meias de algodão;

-Não compartilhe itens pessoais, nem mesmo lixas, alicates ou palitos de manicure e pedicure;

-Não se esqueça de higienizar todos os produtos de manicure e pedicure antes de utilizá-los;

-Se a pessoa tiver micoses nas unhas das mãos, e trabalhar como manicure ou pedicure, além de usar todos esses métodos para se curar, deve usar luvas estéreis, a fim de não contaminar o cliente.

Consulte um dermatologista, para avaliar o progresso do tratamento, pois em alguns casos, o uso de medicamentos com composto mais forte deve ser utilizado para combater os fungos, e evitar que as outras unhas sejam infectadas.

Mulheres que estiverem grávidas ou amamentando, devem consultar o obstetra para adequar o tratamento correto à condição delas, a fim de não prejudicar a criança.

Cada tipo de micose, seja nas unhas, nos pés ou na virilha, podem ou não resultar em coceira extrema, manchas brancas ou vermelhas, acompanhas de escamação e dor, devem ser tratadas adequadamente no tempo e quantidade corretos, evitando a reinfecção.

Em crianças e idosos, o cuidado deve ser redobrado, pois a pele deles tende a ser mais sensível e requer tratamentos específicos orientados por especialistas para sanar completamente os problemas de micose.

 

 

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply