Lúpus: A doença autoimune

Lúpus: A doença autoimune
Rate this post

O que é o Lúpus?

O lúpus é uma doença autoimune que cria lesões na pele, mas ataca qualquer órgão do corpo.

O que é uma doença autoimune?

Uma doença autoimune é causada pelo mau funcionamento do nosso sistema imunológico.

Os anticorpos são elementos muito importantes para o nosso corpo, pois o protegem de elementos que prejudicam o bom funcionamento dele.

Mas no organismo de pessoas que possuem lúpus ou qualquer outra doença autoimune, os anticorpos produzidos atacam as células sadias, importantes para o corpo, ao invés de atacar os elementos estranhos e nocivos. Ou seja, eles não conseguem mais separar o que é bom e faz parte do organismo do que não é.

O que acontece dentro do corpo de quem tem lúpus?

O corpo fica inflamado na área atacada pelos anticorpos. Na maior parte das vezes, as áreas mais atacadas são nossas articulações, a pele, os rins, os olhos, o pulmão, o coração e o cérebro.

O lúpus, é uma doença misteriosa, pois, ainda não se sabe o que a causa. Muitos defendem a ideia de que ela surge através de fatores genéticos ou hormonais aliados com fatores relacionados ao meio ambiente como, por exemplo, uma alta exposição ao sol ou consumo de certos medicamentos.

Pessoas mais vulneráveis

O lúpus pode aparecer em homens e mulheres de todas as idades, porém é, mais frequente, em mulheres que estão na faixa entre 15 e 40 anos.

O lúpus tem algum tratamento?

Sim, ele pode ser tratado. Mas a principal coisa que você precisa saber é que o lúpus não tem cura. O que pode ser feito é abrandar os sintomas e impedir que eles voltem a aparecer.

As formas de tratamento irão variar de acordo com o órgão atingido. Quem é sofre com a doença deve fazer seu tratamento com um reumatologista. Ele pedirá os exames necessário para obter o diagnóstico para o caso, junto com qual medicação deve tomar, a duração e a dosagem.

O tratamento irá depender com o tipo de lúpus que o paciente possui, podendo ser tratado através de corticoides, anti-inflamatórios e antimalárico que ajudam a diminuir a inflamação.

Lúpus pode levar a morte?

Se o paciente não for bem tratado a doença trará complicações, as inflamações irão evoluir e prejudicar o funcionamento do órgão afetado pelo lúpus, podendo levar a problemas respiratórios, atrapalhando a frequência cardíaca, doenças renais ou disfunção no sistema nervoso central

Nos casos em que o paciente corre esse risco de vida são prescritas medicações que agem diminuindo o crescimento das células, para isso normalmente é preciso fazer o tratamento com drogas citotóxicas ou imunossupressores.

Drogas citotóxicas: elas bloqueiam e evitam o crescimento e a multiplicação das células afetadas pelo lúpus.

Imunossupressores:eles agem no sistema imunológico ajudando-o a agir de forma mais eficiente, o que irá levar a diminuição e alivio dos sintomas causados.

Também existes formas alternativas que ajudam a trazer mais eficiência para essas medicações como a homeopatia, a auto-hemoterapia ou a fito terapia.

Tipos de lúpus

O lúpus é dividido em 3 grupos:

Lúpus discoide

O lúpus discoide age afetando a pelecriando manchas redondas e avermelhadas sobre ela. Podem aparecer inflamações que parecem espinhas com placas vermelhas que deixam apele áspera. Elas podem ficar pior com mais vermelhidão e grandes pigmentação nas bordas das inflamações.

As partes mais atingidas são o rosto, o couro cabeludo, as orelhas, o tórax, e partes expostas dos braços, mas pode aparecer na boca, nariz, olhos e nas partes íntimas.

Lúpus sistêmico

O lúpus sistêmico pode agir em diferentes órgãos e sistemas do corpo causando inflamações de forma lenta ou rápida dependendo da fase em que se encontra. Os sintomas podem aparecer em diferentes partes do corpo, dependendo de qual órgão é afetado.

Lúpus causado por medicamentos

Esse é um tipo de lúpus eritematoso que acontece por causa do uso de certos medicamentos e os sintomas são muito parecidos com o eritematoso sistêmico. Mesmo os medicamentos que tratam o lúpus, podem agravar o problema levando ao lúpus por medicamentos. O diagnóstico precisa ser feito de forma adequada e correta.

Pode aparecer pelo uso de remédios como Hidralazina e Procainamida. Mas o lúpus desaparece com o fim do uso deles

Medicamentos para tratar o lúpus

Os medicamentos agem na síntese do DNA, na divisão das células e/ou no retardamento dos sintomas.

Remédios anti-inflamatórios:

Naproxeno

Ibuprofeno

Remédios antimaláricos:

Cloroquina

Remédios corticoides (cortisona):

Ciclofosfamida,

Ciclosporina,

Micofenolato mofetil

Azatioprina.

Prednisona

Betametasona

Remédios imunossupressores:

Azatioprina

Metotrexato

Remédios citostáticos:

Alquisulfonatos

Etileniminas e Metilmelaminas

Nitrossouréias

Triazenos

Análogos de ácido fólico

Análogos de pirimidinas

Análogos de purinas

Hormônios e antagonistas

Mostardas nitrogenadas

Os sintomas

Os sintomas variam de acordo com o tipo, o órgão afetado e o estágio da doença. Porém as mais comuns são:

Dificuldade em lembrar de coisas que aconteceram.

Dores no peito com dificuldade para conseguir respirar.

Sensação de cansaço sem motivo específico.

Dores de cabeças, músculos, articulações e/ou no abdômen.

Sensibilidade na pele quando exposta ao sol.

Mudanças no comportamento e personalidade.

Possibilidade de convulsões.

Dormência e formigamento pelo corpo.

Problemas de visão.

Febres acima dos 38°C.

Arritmia do coração

Pele com coloração diferente como dedos azulados, brancos ou roxos no frio.

Tosse seguida de sangue.

Articulações e músculos inchados e rígidos.

Manchas vermelhas no rosto com o formato de asas de borboleta.

Feridas sobre a pele que pioram quando expostas ao sol.

Queda de cabelo.

Náuseas e vômitos.

Perda de peso e apetite.

Espuma excessiva ou sangue na urina.

Alta da pressão arterial.

Placas redondas e vermelhas no pescoço e couro cabeludo.

Aftas sem dor.

Anemia.

Tromboses.

Alimentos para consumir:com ômega 3,antioxidantes, ricos em óleos vegetais, frutas oleaginosas, que equilibram a acidez do sangue, orgânicos e integrais.

Alimentos para evitar:enlatados, embutidos, alimentos ricos em conservantes, doces e açúcar, gorduras trans e saturadas.

Exercícios

É muito importante cuidar bem da saúde para evitar que os sintomas do lúpus surjam para isso, além de uma boa alimentação, é preciso praticar atividades físicas. Mas sem se expor no sol.

Leave a Reply