Noz da Índia – o que é? para que serve?

Noz da Índia – o que é? para que serve?
Rate this post

É muito difícil encontrar alguém que esteja satisfeito com o seu peso. Por mais que as pessoas estejam saudáveis, com corpos em forma e esbanjando disposição, sempre terá um espaço para encontrar um pneuzinho aqui, outro ali e com isso, a neurose por emagrecer aumentar ainda mais.

Embora diversas pessoas consigam frequentar academias, fazem dietas e mantêm o foco naquilo que elas querem, outras pessoas já não têm a mesma sorte e, assim, não conseguem perder o peso que ganharam ao longo de deliciosas comidas e sedentarismo.

Uma vez que isso faz com que a pessoa possa desenvolver alguma doença mais séria, a dieta para que possa perder peso se faz necessária e ela vai e corta tudo aquilo que era bom.

E, aliados a praticas de atividades físicas, a alimentação é algo que requer disciplina e ajuda até mais do que os exercícios físicos. Isso porque, a todo o momento, surgem estudos informando que determinados alimentos possuem um efeito que ajudam no emagrecimento, e as pessoas acabam introduzindo eles nas dietas.

Para citar um exemplo desses alimentos com poderes emagrecedores, a Noz da Índia se faz presente e mostra como é que se pode perder peso de forma saudável, sem agredir a saúde e causar problemas. Você sabia dos poderes que a Noz da Índia possui? Se não, fique por aqui e verá os benefícios que ela traz pra você.

O que é Noz da Índia?

A Noz da Índia é uma semente do fruto da árvore Nogueira-de-Iguape. Esta árvore, cientificamente conhecida como Aleurites Moluccana, é originária da Indonésia, mas foi sendo cultivada em diversos outros lugares do mundo que possuem clima tropical. Um desses lugares é o Brasil, que possui a planta na Região Amazônica, onde teve uma excelente adaptação.

No Brasil, ganhou a alcunha de ser um importante elemento que ajuda na perda de peso, e também, melhora a flora intestinal. Fo a partir daí que começou a sua comercialização.

Para que serve a Noz da Índia?

Os poucos estudos realizados sobre a Noz da Índia indicaram que foi possível observar a atuação dela em situações como:

  • Perda de peso;
  • Baixa do colesterol ruim;
  • Tonifica e estimula o crescimento de novos fios de cabelo;
  • Redução das dores causadas pela artrite;
  • Cura das feridas da pele;
  • Melhora das taxas de colesterol;
  • Tem a capacidade de induzir ou de interromper a diarreia;
  • Diminui a celulite.

Se levarmos em consideração a forma como essa semente era utilizada na tradicional medicina asiática, ela ajuda no tratamento de gonorreia, úlceras, dores de cabeça, além de ajudar a diminuir a temperatura, em caso de febre.

Quais são as suas propriedades medicinais?

Uma vez que as sementes da Nogueira-do-Iguape são prensadas, é possível extrair um óleo, que é rico em ácidos graxos essenciais. Da sua composição, 40% dele é de ácido linoleico e 29% por ALA, ou ácido alfa-linolênico, e antioxidantes, como as vitaminas E, C e A.

Além disso, a Noz da Índia ainda contém potássio, magnésio, fósforo e cálcio. E, numa quantidade inferior, cobre, zinco, ferro e selênio.

A Noz da Índia faz algum mal à saúde?

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que a ANIVSA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, proíbe o comércio desta semente no Brasil, mas ainda assim, ela é facilmente encontrada à venda pela internet. O grande motivo pelo qual ela é proibida é por causa da sua alta taxa de toxidade quando ingerida oralmente. Isso porque a semente contém saponina e toxialbumina, que trazem malefícios ao corpo, além de causarem diarreia e aumenta da vontade de urinar.

Com isso, não faz sentido os asiáticos fazerem uso dessa semente, não é mesmo? Então, acontece que lá, eles recomendam que as sementes sejam utilizadas cozidas. E mesmo assim, são utilizadas em quantidades pequenas. Essa é a diferença se comparado ao modo como a semente é utilizada no Brasil. Aqui, as pessoas utilizam a semente em grandes quantidades e cruas, numa busca pela perda de peso.

Aí existiram pessoas que poderão perguntar: “e se for para tratar da pele ou do cabelo?” Nesse caso, é recomendado que se utilize o óleo, pois será aplicado diretamente na área desejada.

Quais são os efeitos colaterais da Noz da Índia?

Ainda são poucos os estudos realizados sobre a utilização da Noz da Índia, mas é possível encontrar relatos das pessoas que utilizaram e sentiram algum dos sintomas abaixo relacionados:

  • Forte diarreia;
  • Flatulência;
  • Dores no estômago;
  • Inchaço nas pernas;
  • Enjoo;
  • Taquicardia;
  • Problemas na respiração;
  • Desidratação;
  • Dor de cabeça;

A ação de laxante em algumas pessoas é tão forte que pode fazer com que haja uma redução da absorção de água e de nutrientes importantes, como o potássio e o magnésio. Uma vez sem água e os sais minerais suficientes, o sistema nervoso não funciona normalmente, e os músculos perdem o tônus e a força. Como o coração é um músculo, ele pode começar a bater de forma irregular, o que pode causar alguma grave condição médica.

Como ela pode ser consumida?

Uma forma de consumir a semente é fazê-la como os asiáticos: cozida e em pequenas quantidades, quase que como um tempero. No Brasil, a recomendação é para que ela seja colocada em água quente, antes de ser consumida.

Para consumi-la, ferva um pouco de água e coloque nela 1/8 de semente de Noz da Índia. Logo depois, deixe em infusão por cinco minutos.

Recomenda-se não ingerir quando estiver em jejum.

Quais são as contraindicações?

Se você chegou até aqui, já observou que a semente traz malefícios para a saúde e, por isso, ela não deve ser utilizada para emagrecer. E, mesmo sendo proibido o seu consumo, muitas pessoas as utilizam, para obter o “corpo perfeito”.

E, se ela não é permitida ser utilizada por ninguém, pessoas como gestantes, mulheres que estejam amamentando ou que tenham históricos de problemas cardíacos, renais e hepáticos devem evitar ainda mais o seu uso.

Crianças, idosos e pessoas que estejam fazendo uso de medicamentos não devem fazer a ingestão de Noz da Índia, tanto para emagrecer, quanto para qualquer outro objetivo.

 

Leave a Reply