Testosterona, como aumentar os níveis naturalmente

Testosterona, como aumentar os níveis naturalmente
Rate this post

Se o seu desejo sexual diminuiu ou se você quiser melhorar a massa muscular e evitar a barriga estufada, aumentar os níveis de testosterona é uma opção que todos os dias mais homens recorrem e que traz resultados. Neste texto será explicado como fazer isso.

O que é testosterona?

A testosterona é o hormônio que todos rapidamente associam ao sexo masculino e, embora seja verdade que é quase exclusivo de homens e gerado nos testículos, não se pode esquecer que os ovários também têm capacidade para produzir também, mas em pequenas quantidades.

Quais são as funções?

Graças a testosterona, os órgãos sexuais são desenvolvidos, a musculatura cresce e o cabelo começa a aparecer em todo o corpo. É um fator importante na tonificação muscular; ajuda a realizar atividades físicas, proporcionando um estímulo ao exercício, o que resulta em uma melhor aparência física, mais força e maior resistência.

Também reduz períodos de recuperação após o treinamento aeróbico e anaeróbico; ajuda a produzir glóbulos vermelhos; pode prevenir a osteoporose aumentando a densidade mineral óssea; favorece a memória; melhora a pele; faz o fígado funcionar melhor; melhora a ação da insulina e por aí vai.

Apesar de tudo isso, a principal função associada com a testosterona está relacionada com a esfera sexual, uma vez que é o hormônio que alimenta o desejo sexual, ajuda o esperma a se formar corretamente e combate disfunção eréctil.

Deficiência de testosterona: como detectar

Esses sinais podem alertar que o homem tem um déficit de testosterona:

– Mostrar menos interesse em sexo

– Perda de pelos no corpo.

– Sentir-se mais cansado fisicamente e mentalmente, irritado e deprimido.

– Diminuição ou ausência de perda de força e músculo.

– Problemas de memória e diminuição da velocidade mental habitual.

– Barriga estufada.

 

Como melhorar os níveis de testosterona

O crescente interesse pelo bem-estar do homem a cada dia faz com que novas alternativas sejam buscadas para combater os problemas da baixa produção de testosterona.

Em primeiro lugar, uma solução seria usar medicação, para a qual é necessária a aprovação prévia de um médico, que avalia os possíveis riscos. Normalmente são utilizados dois métodos diferentes: adesivos e géis que liberam testosterona e devem ser usados ​​diariamente ou injeções intramusculares, que têm a aplicação mais distanciada por trimestre.

Aumentar os níveis de testosterona naturalmente

Outra opção é manter um estilo de vida saudável, para o qual você deve fazer exercícios físicos para evitar o excesso de peso e que causa propensão a ter baixos níveis de testosterona. Além disso, a realização de exercícios aeróbicos e anaeróbicos ajuda a estimular a produção desse hormônio.

É aconselhável dormir cerca de oito horas por dia para encorajar o corpo a produzir mais testosterona, bem como controlar o estresse. Além disso, os hábitos alimentares devem ser monitorados. Entre os alimentos mais adequados para estimular a produção de testosterona incluem-se:

– Alimentos com alto teor de proteína: incluindo carne com baixo teor de gordura (especialmente carne de porco e presunto), soja, laticínios, bacalhau, amendoim, atum, ervilhas etc.

– Alimentos ricos em zinco: aqueles com maior contribuição desse nutriente são o chocolate, sementes de melancia, espinafre, cordeiro, ostras, abóbora, cogumelos, cogumelos e assim por diante.

– Produtos com muita vitamina D: como cereais, pão, salmão, cavala, sardinha enlatada, ovos, são exemplos.

– Outros alimentos muito adequados são feijões para a quantidade de ácido D-aspártico; alho, que estimula a produção de testosterona; café, castanha do Brasil, amêndoas ou vegetais crucíferos, pelo seu conteúdo em indol-3-carbinol (couve-flor, brócolis, repolho) ou as uvas, porque contêm resveratrol.

Aumentar os níveis de testosterona com suplementos

É possível recorrer à suplementação também, que é uma maneira de tomar quantidades adequadas de diferentes substâncias que ajudam a estimular a produção de testosterona, mas você também deve consultar um bom especialista com antecedência para verificar o mais adequado para o seu caso, possíveis contraindicações e uso ideal. Entre esses suplementos se encontra:

Ácido D-aspártico: libera hormônios como o luteinizante e o hormônio do crescimento. Além disso, funciona nos testículos, onde ajuda a síntese da testosterona.

Andina maca: raiz de maca é considerado não só um poderoso afrodisíaco, mas também aumenta a produção de esperma, ajuda a prevenir hipertrofia da próstata, protege o cérebro, melhora a saúde óssea e melhora a capacidade cognitiva.

Ashwagandha: uma planta que age como um anabólico. Ajuda a aumentar os níveis de testosterona em até 15%, dependendo da pessoa.

Akarkara ou Anacyclus pyrethrum: é uma erva que ajuda a melhorar a fertilidade, virilidade e libido. Além de ter funções que ajudam a combater problemas de memória e é anticonvulsivo.

Vitamina D: não só aumenta os níveis de testosterona, também ajuda o sistema imunológico e os ossos e reduz o risco de câncer e doenças cardíacas, bem como diabetes e esclerose.

Zinco: entre suas funções mais importantes está a cura de feridas e a produção de esperma e testosterona.

Magnésio: necessário para participar no metabolismo e na formação do sistema ósseo, e ajuda na síntese de testosterona.

Avena sativa: tenta promover a resistência sexual, dando mais energia e ajudando a produzir testosterona.

Saw Palmetto: é uma mistura de ácidos graxos que impede a testosterona de se transformar em DHT (uma enzima que, entre outras coisas, é a principal culpada da alopecia masculina). Também é usado em casos de hiperplasia prostática benigna.

Gengibre: leva ao aumento da testosterona e entre seus benefícios digestivos está evitar náuseas e facilitar a digestão.

Hibiscos maranhos: é uma erva que ajuda a aumentar os níveis de testosterona e promove a fertilidade masculina.

Cogumelo Thistle ou Pleurotus eryngii: este suplemento ajuda a aumentar a quantidade do hormônio da testosterona e também serve como um antipirético.

Capim-cabra no cio ou Epimedium: usado para desencadear o desempenho sexual, seja aumentando o apetite sexual ou lutando contra a disfunção erétil e a ejaculação precoce.

Tribulus terrestris: ajuda a secreção de testosterona e a virilidade e vitalidade do homem, através do aumento da libido e a qualidade da rigidez das ereções.

Ecdisteroide: tem como principais funções promover o desenvolvimento muscular, reduzir os níveis de colesterol e glicose no sangue, além de proteger o fígado e intestinos, aumentando a taxa de síntese proteica.

Leave a Reply