Tudo sobre o corrimento branco

Tudo sobre o corrimento branco
Rate this post

Os corrimentos vaginais são fenômenos que aparecem de tempos em tempos na vida de todas as mulheres, e podem ou não provocar desconfortos. Por ser algo normal, muitas não dão a devida atenção ao problema.

Mas, afinal, o que é essa doença? Pode ser considerada uma doença? Ela pode prejudicar a fertilidade ou ser sinal de problemas graves? Se você também tem dúvidas sobre isso, esse texto é para você.

Aqui contaremos tudo o que você precisa saber sobre o corrimento branco e como tratá-lo.

O que é corrimento branco?

O corrimento branco é um evento comum e bastante natural que, em muitos casos, não é um sinal de doenças ou de problemas vaginais. Entretanto, alterações em sua cor, odor ou textura podem indicar infecções bacterianas, fúngicas, problemas de saúde ou até mesmo gravidez.

Quais os tipos de corrimento branco?

O corrimento branco possui diferentes tipos, cada um deles indicando eventos ou situações diferentes mas, em geral, esse corrimento pode ser fisiológico ou patológico.

Um dos tipos mais comuns de corrimento branco, o do tipo fisiológico é muito saudável, e pode variar de transparente para esbranquiçado e não possui cheiro.

Esse tipo de corrimento, aliás, é um sinal de saúde, pois é o responsável por lubrificar e garantir a higiene natural da vagina.

Já os corrimentos patológicos indicam alguma doença, que pode ser causada por uma bactéria, um fungo ou um protozoário, e requer cuidados médicos, além da realização de exames que diagnostiquem a enfermidade.

Aspectos do corrimento branco

Além de ser dividido em dois tipos, o corrimento branco possui alguns aspectos, que indicam os eventos a que ele está relacionado. Confira.

Clara de ovo

No corrimento branco com aspecto de clara de ovo, a coloração evolui de transparente para branca, e indica que a mulher está ovulando. Essa mudança é reflexo da liberação da progesterona, que aumenta a produção do líquido.

Leitoso

Nesse tipo de corrimento branco, o normal é que ele não possua cheiro. Quando é apenas responsável por lubrificar a vagina, não há problema algum. No entanto é preciso ficar de olho quando ocorrerem mudanças de cor ou de odor, sinalizando a existência de infecções.

Pastoso

O corrimento branco, quando tem o aspecto pastoso, requer atenção, além de uma visita ao ginecologista, pois pode sinalizar uma infecção.

Além disso, podem aparecer outros sintomas, como ardência, odor desagradável e coceira intensa na região genital.

Quais as causas do corrimento branco

O corrimento branco pode ter inúmeras causas, algumas naturais, outras patológicas. Fique atento a cada uma delas.

Ovulação

O corrimento branco pode indicar ovulação quando aparece na forma de muco branco. Esse líquido esbranquiçado é resultado da produção de estrogênio, que o torna branco e pastoso.

Nos primeiros dias após a menstruação, o corrimento branco pastoso é visto com mais frequência. Depois desse período, o corpo passa a produzir mais progesterona, deixando o corrimento mais aguado e a mulher mais facilmente lubrificada.

Bactérias

Algumas infecções bacterianas podem causar corrimento branco, como a vaginose bacteriana.

Além desse corrimento pastoso, a mulher que é diagnosticada com essa doença pode sentir coceira, queimação ao urinar e cheiro desagradável na região genital. O corrimento muda de cor, ficando amarelado ou cinza.

Candidíase

Provocada por fungos, a candidíase é outra das causadoras do corrimento branco patológico, e tem tratamento muito simples quando diagnosticada rapidamente.

As mulheres com candidíase, além do corrimento branco, se queixam de coceira, ardor ao urinar e cheiro desagradável.

Estresse

O estresse e a ansiedade pode causar o aumento do corrimento vaginal branco.

Excitação sexual

Durante a excitação sexual, o corrimento branco se torna mais aguado, para proteger a vagina e, ao mesmo tempo, lubrificá-la durante o ato sexual.

Câncer de útero

Embora seja muito raro, o câncer de útero pode provocar corrimento branco esse, no entanto, muito espesso e com odor muito forte.

Irritação vaginal

Algumas vezes, quando a parte interna da vagina é irritada, pode surgir o corrimento branco, em consequência, por exemplo, do uso de sabão no interior da vagina.

Esses eventos causam irritação, reações alérgicas e ardência. Por isso, ao higienizar a região genital feminina, é preciso limpar apenas a região externa. A área interna se limpará sozinha.

Corrimento branco pode indicar gravidez?

Um mito muito comum é o de que o corrimento branco pode indicar gravidez. Isso é verdade? Na verdade sim, e está muito relacionado à progesterona.

Produzido durante a segunda fase do ciclo menstrual, a progesterona prepara o corpo para a gravidez, e quando a mulher menstrua, os níveis caem.

No entanto, quando a mulher engravida, a progesterona continua sendo produzida a todo vapor, mas não há menstruação. Então, é a progesterona que causa o corrimento branco.

Quando a menstruação acontece, ele diminui. Agora, quando há gravidez, a produção do corrimento continua, e em maior quantidade. No entanto, o corrimento branco, por si só, não é uma confirmação da gravidez. É necessário realizar exames médicos para sua confirmação.

Quais os fatores de risco para o surgimento do corrimento branco?

Embora seja algo natural no corpo feminino, quando se trata de fatores patológicos, existem alguns eventos que favorecem o surgimento desse corrimento. Veja abaixo.

Relações sexuais desprotegidas

Ter relações sexuais sem o uso de preservativo pode provocar infecções vaginais, surgimento assim o corrimento branco de origem patológica.

Falta de higiene

Não higienizar corretamente a região vaginal pode levar à multiplicação das bactérias, causando infecções.

Ter múltiplos parceiros

Quem se relaciona com múltiplos parceiros tem mais chances de desenvolver corrimento branco de origem patológica, pois algum deles pode ter uma infecção e transmitir a doença.

Fumar

O cigarro prejudica o bom funcionamento de várias partes do organismo, incluindo a vagina. Isso porque o cigarro estimula a reprodução de bactérias que podem provocar doenças, como a vaginosa bacteriana.

Uso de antibióticos

O uso desse tipo de medicamentos pode matar não apenas as bactérias que estão provocando alguma doença, como também as bactérias que vivem na vagina e são responsáveis por manter a acidez natural da região.

Esses eventos podem deixar a vagina desprotegida, facilitando o surgimento de infecções vaginais que podem provocar o corrimento branco.

Leave a Reply