Vacinas para gestantes

Vacinas para gestantes
5 (100%) 2 votes

A gravidez é o período mais mágico para a maioria das mulheres. Durante a gravidez, o organismo fica muito sensível, pois tudo o que acontece com a grávida interfere diretamente feto que se tornará uma criança. São necessitados vários cuidados e liberados por um médico obstetra.

O que posso ou não fazer durante a gestação?

Cuidados estéticos

Na gravidez fica liberado o uso de esmaltes e a remoção das cutículas, desde que os acessórios seus ou da manicure estejam higienizados.

Durante a gestação muitas mulheres sofrem com o aparecimento das varizes. Mas não deve ser feito qualquer cirurgia durante o período gestacional. O que pode ser feito é o método de sempre, deixar as pernas levantadas por alguns minutos, usar meias de compressão não ficar muito tempo em pé ou sentada e fazer caminhadas.

A grávida pode se depilar com lâmina ou cera quente, mas a depilação a laser não deve ser feita.

Nos primeiros 3 meses de gestação é preciso evitar tingir os cabelos, pois as tinturas, mesmo sem amônia ou de hena, porque não se sabe se podem ser absorvidas pelo couro cabeludo. E o começo da gestação é o período em que é preciso ficar mais alerta devido a formação do feto. Alisamentos, permanentes, etc., estão proibidos durante toda a gestação.

Existem componentes de certos hidratantes proibidos na gravidez em concentrações altas. O ideal é o uso de produtos feitos exclusivamente para gestantes. O óleo de amêndoas, indicado na prevenção de estrias na gestação, pode ser usado sem restrições.

Os pelos não devem ser passar pelo processo de clareamento, pois as substâncias químicas podem penetrar na pele, podendo causar riscos ao bebê.

Locomoção

Andar de bicicleta é um ótimo exercício e permitido desde que a gestante tenha a aprovação de seu obstetra e já esteja acostumada com o exercício. Mas é preciso se lembrar de beber bastante água, usar equipamentos de proteção e pedalar em um local com pouco ou trânsito.

No caso dos automóveis, há médicos que autorizam suas pacientes a dirigir até o sétimo ou oitavo mês, outros não veem impedimento em dirigir até o fim da gravidez e os aconselham parar de dirigir durante toda a gravidez. Isso tudo, porque os reflexos e a concentração da grávida podem ser reduzidos e tem a hipótese de colisão.

Alimentação

Quem espera um bebê não deve consumir nem uma gota sequer de álcool para evitar a Síndrome Alcoólica Fetal, que pode levar a um retardo mental, má formação facial, neurológicas, cardíacas e renais.

Comidas apimentadas e com condimentos fortes que não provoquem azia estão liberados.

O café piora sintomas de queimação no estômago, que é algo comum em várias gestantes, por isso é preciso tomar com bastante moderação.

A alimentação deve conter alimentos ricos em fibras para melhorar o trânsito intestinal como frutas e cereais integrais, evite comer carne crua.

Emoções

Não há provas que emoções como tristeza e depressão podem afetar a saúde do feto, mas o fato é que uma gestante triste ou deprimida não se alimenta nem dorme direito e, isso, sim, com certeza afeta o futuro do bebê diretamente.

Banho

É possível tomar banho de banheira desde que a temperatura não ultrapasse os 38 °C, mas banhos de imersão muito quentes não são aconselhados. Nos primeiros três meses o excesso de calor pode levar a má formação do feto. É comum e normal que no segundo semestre, a pressão arterial caia. Ficar em um local muito quente contribui para uma queda maior, levando a desmaios e menor fluxo de sangue para o bebê.

Sendo, assim, é obvio que banhos de sauna não devem ser feitos para evitar queda de pressão, desmaio e enjoo.

Não há impedimento em tomar banho de sol desde que seja antes das 10 horas ou após as 16 horas, sempre, com um protetor solar. As gestantes possuem um maior risco de terem manchas no rosto e na barriga.

As vacinas para as gestantes

Há três vacinas que são obrigatórias para as gestantes.

Influenza

A vacina da influenza evita a contaminação por centenas de vírus diferentes que causam. Ela é uma vacina obrigatórias para as gestantes para evitar as complicações que podem aparecer devido a alguns tipos de gripe na gestação.

Os vírus que causam gripe podem se modificar ser mais invasivo e grave, principalmente devido as mudanças hormonais ligadas a imunidade que podem levar a uma real possibilidade desses vírus se instalarem.

A vacina deve ser aplicada logo no início da gravidez, mas não faz mal se ela for tomada em qualquer outro mês.

Tríplice bacteriana

A tríplice bacteriana age combatendo doenças como a difteria, o tétano ou a coqueluche. Ela previne possíveis contaminações durante o parto, principalmente na hora em que se corta o cordão umbilical que é a parte onde a alimentação é passada da mãe para o filho.

O corte é uma etapa importante, podendo causar infecções se os equipamentos não estiverem devidamente esterilizados. Por isso, a vacina é importante, evitando o aparecimento de doenças graves e permite que a mulher tenha uma boa recuperação após o parto.

As vacinas para gestantes precisam ser tomada entre as semanas 27 e 36.

Hepatite B

Essa é uma doença extremamente grave e contagiosa, cuja contaminação pode ocorrer através de compartilhamento de sangue ou sexo sem camisinha.

A hepatite B é uma DST que ataca o fígado, podendo causar a morte. Ela é aplicada após o início do segundo trimestre da gestação com 3 doses no total.

Obs.: Se a gravida tiver tomado antes não é preciso ter reforço algum durante a gravidez.

As vacinas precisam ser aplicadas no tempo correto. A influenza em qualquer mês, a tríplice bacteriana entre as semanas 27 e 36 e a de hepatite B antes da gravidez ou após o início do segundo trimestre.

É fornecida pelo SUS

As vacinas podem ser tomadas pelo Sistema Único de Saúde, basta ir a um posto de saúde, levar sua carteira de vacinação. Outras vacinas atuais podem ser tomadas pelas gestantes, se o médico liberar.

É isso gente, o artigo vai terminando por aqui mas se você quiser voltar para a página inicial é só clicar no link. Beijinhos!

Leave a Reply