Ventosaterapia

Ventosaterapia
Rate this post

 

Um tratamento de séculos atrás que voltou a ser bastante procurado é a Ventosaterapia, que serve para condições circulatórias, para amenizar dores e muito mais. Ele é caracterizado pelas manchas vermelhas que deixa nas costas após cada sessão: porém, elas desaparecem logo e os resultados dessa terapia são muito elogiados.

Ela é feita por meio de ventosas, ou seja, é um tratamento que utiliza sucção da pele. Para consegui-la, o especialista coloca nas costas do paciente um tipo de copo especial: é ele quem vai causar o vácuo e, por consequência, a sucção. O resultado é que o tamanho dos vasos sanguíneos fica maior, o que proporciona mais circulação de sangue e diminui dores variadas.

 

Contraindicações

 

Esse tratamento milenar não pode ser feito pelas pessoas que estão fazendo tratamento oncológico: por causa da alteração que causa nos vasos sanguíneos, ele cria mais condições para que as células do câncer migrem para outros órgãos. Também não é recomendado para quem tem convulsões, para quem está com fraturas na área da Ventosaterapia, para quem possui varizes, distúrbios hemorrágicos e trombose.

Outros casos nos quais a terapia com ventosas não é indicada são locais que estejam infeccionados, na gravidez, quando se tem febre, quando há hemofilia e também tromboflebite.

Existem situações nas quais a Ventosaterapia pode não apresentar tanto resultado ou ter um número alto de reações adversas, como depois dos exercícios físicos, quando a pressão alta não está tratada e onde não há bastante músculo. As pessoas podem se submeter à terapia nesses casos, mas é preciso ter a autorização do médico.

 

Equipamentos para fazer a Ventosaterapia

 

Na maior parte das vezes, esse tratamento é feito com copos de vidro, havendo uma pequena vela acesa no seu interior: ela vai acabar com todo o oxigênio daquele copo e é a partir de então que começa a sucção da pele.

Outro método é a ventosa de silicone, com a qual não se usa a vela. O terapeuta só precisa apertar esse copo antes de colocá-lo na pele: o silicone comprimido fará com que aconteça o vácuo. Por fim, as clínicas podem usar a ventosa eletrônica, que utiliza copos conectados a uma máquina de criar vácuo.

 

Celulite

 

A aparência de buracos pode ser sensivelmente amenizada com a técnica da Ventosaterapia por causa da melhora da circulação. Se o sangue na região das pernas e do bumbum estiver circulando melhor, a tendência é que as inflamações da celulite fiquem menos visíveis e é por isso que muitas clínicas estéticas oferecem essa terapia.

 

Marcas roxas

É interessante dizer que a Ventosaterapia é um tratamento dolorido: muitas pessoas sentem incômodos enquanto a pele está sendo sugada e, depois das sessões, a região fica dolorida por quase uma semana. As manchas roxas também são consequência desse tratamento: a área onde a ventosa ficou ganhará uma coloração de hematoma.

Para que esses efeitos sejam diminuídos, indica-se tomar banho morno depois da Ventosaterapia e fazer aplicação de óleo de rosa mosqueta, que é adquirido nas farmácias. O banho morno reduzirá a dor e o óleo de rosa vai colaborar para as manchas roxas sumirem mais rapidamente.

Os terapeutas têm algumas técnicas para evitar esses efeitos colaterais e uma delas é movimentar constantemente as ventosas. Dessa forma, elas sugam áreas diferentes da pele e isso evita dores posteriores em uma região específica. Se o paciente faz questão de não ter as marcas roxas depois do tratamento, pode pedir isso ao terapeuta.

 

Relação com o sono

 

A pressão que as ventosas fazem tende a relaxar os músculos, o que é fundamental para um bom sono. Dessa maneira, pessoas muito estressadas costumam fazer a Ventosaterapia como uma forma de massagem, ficando mais calmas e tendo noites mais tranquilas.

Os problemas musculares também são tratados com a Ventosaterapia: pessoas que tiveram lesões e estão se recuperando ou que precisam prevenir dores podem aproveitar essa técnica chinesa. É o caso dos nadadores: como eles têm de evitar cãibras e desgastes, essa terapia faz parte da sua preparação. Devido ao relaxamento que causa, há pacientes que usam esse tratamento apenas pela sua condição psicológica, a fim de ficarem mais equilibradas.

 

Por quanto tempo o tratamento é realizado?

 

A duração de cada sessão de Ventosaterapia não costuma passar de 15 minutos, mas a regularidade dela depende da condição do paciente. Normalmente, o tratamento é feito por dois meses, com uma sessão semanal. Destaca-se que partes diversas do corpo podem receber as ventosas: além das costas, elas podem ser colocadas no peito ou nas coxas.

 

Onde fazer

 

Muitas clínicas particulares têm a Ventosaterapia à disposição, mas os pacientes têm de ser criteriosos. Esse é um tratamento dolorido e que, se não for bem realizado, pode até causar bolhas de sangue. Dessa forma, quem procura pelo tratamento com ventosas deve pesquisar a reputação da clínica, além de avaliar se o profissional demonstra conhecer efetivamente a técnica e se o ambiente é adequado.

Antes de começar a Ventosaterapia, é importante perguntar ao especialista sobre quaisquer recomendações adicionais. Esse profissional tem de questionar o paciente sobre a sua condição antes de aceitar as aplicações: ele deve saber se há anemia, se a pessoa está menstruada, se ela sofre de alergias, se ela tem úlcera, etc., já que essas condições não são indicadas para essa terapia. Se o profissional não faz esse tipo de pergunta, é provável que ele não saiba sobre Ventosaterapia a ponto de conhecer suas contraindicações.

 

Curso para Ventosaterapia

 

A aplicação das ventosas é uma forma muito comum de tratamento, especialmente para quem faz esportes. Por isso, sé natural que cada vez mais profissionais queiram ser aptos a realizar essa técnica e existe curso para Ventosaterapia.

Alguns dos tópicos dele são como deslizar a ventosa pelo abdômen, técnicas de deslizamento, ventosa seca nas costas, Medicina Tradicional Chinesa e interpretações, indicações e contraindicações, ventosa seca nos membros inferiores, interpretação de ventosas, procedimentos da Ventosaterapia e muito mais.  Quem domina essa terapia pode fazer atendimento em casa, desde que tenha os copos apropriados para a sucção ou a máquina.

Leave a Reply