🥇Como acabar com a flacidez de forma rápida? 🤔

 Se você procurou por este artigo é porque possivelmente está lidando com a situação indesejada da flacidez. Seja por qual for o motivo, quando você olha no seu corpo e percebe que ele está mais flácido e com menos elasticidade do que antes, dá uma vontade de chorar não é? A gente te entende. E por te entender a gente vai te explicar tudo o que você precisa saber sobre tratamentos para flacidez sem ter que partir para algo mais agressivo como cirurgia. Até porque a cirurgia é de fato um risco, ninguém realmente gosta de fazer e só deve ser feita em casos considerados extremos.

Por isso, se você quer aprender mais sobre como a flacidez é gerada no seu corpo e como podemos eliminar ela de uma vez por todas, leia este breve artigo até o final e você verá que a solução está mais próxima do que nunca. Vamos lá?

O que é flacidez?

A flacidez nada mais é do que a falta de tonicidade da pele ou músculo e sobre o estado mobilizado, frouxo ou lânguido dos tecidos que compõe a pele. Ela pode ser uma flacidez muscular ou ainda cutânea, sendo que geralmente elas são geradas por alguns fatores genéticos, ambientais e também de maus hábitos, como falta de exercícios físicos. Não há um fator único e específico que cause flacidez.

Quem é mais atingido pela flacidez?

As mulheres são o público alvo preferido da flacidez e temos alguns motivos para isso. O principal deles é o fato delas poderem ficar grávidas, promovendo que engordem e que emagreçam sempre com maior facilidade do que os homens o que é um prato cheio para gerar flacidez. Além disso, mulheres brancas e que não fazem uso de nenhum meio para evitar a flacidez e também que não são praticantes de exercícios, tendem a ser mais flácidas do que as demais. Em mulheres mais idosas, que se expõem constantemente ao sol e tem a pele clara a tendência a ter a pele mais flácida devido a uma perda de peso é muito maior.

Quais as formas de acabar com a flacidez?

Você vai perceber que existem muitas formas de acabar com a flacidez. O mais importante é que você conheça o seu próprio organismo e saiba o que e quando usar para que não sinta que está pagando caro demais em algo que não funciona para você.

Pensando nisso foi que separamos algumas das opções mais viáveis no momento em nível de tratamento avançado para flacidez:

  1. Carboxiterapia: que é um tipo de tratamento injetável, que consiste em aplicar gás carbônico nos tecidos da pele. Dessa maneira, ele promove uma melhora nas celulites, estrias, flacidez e gordura localizada. A vantagem deste tratamento é que ele pode ser aplicado em muitas partes do corpo como braços, abdômen, coxas, bumbum. Ele tem seus benéficos, mas muita gente avisa que o processo é doloroso e que o custo é relativamente alto por sessão.
  2. Mesoterapia: que também é um tratamento injetável, e é uma técnica também conhecida como aplicação de enzimas, onde a se mistura de quatro a cinco enzimas diferentes forma-se um coquetel. A aplicação é feita por meio de medicamentos na pele ou de forma subcutânea, sendo que este tratamento possui poucos efeitos colaterais. Contudo, há relatos de dor considerada acima da média e o preço por este serviço é relativamente alto por sessão.
  3. Radiofrequência: este já é um tratamento consagrado que se baseia na emissão de ondas eletromagnéticas, que permitem o aquecimento superficial e também profundo da pele, o que eleva a pele a uma temperatura de aproximadamente 42º. O calor por sua vez, promove um estímulo da produção de fibras colágenas e elásticas, bem como colabora para um aumento da circulação sanguínea. Dessa maneira este tratamento trata e previne a flacidez de pele. Há vários tipos de equipamento que emitem radiofrequência unipolar, bipolar ou multipolar. As vantagens são boas, mas o preço é realmente alto e muitas vezes os resultados precisam de mais sessões para aparecer.
  4. Laser Infravermelho: este é um tratamento relativamente novo. A luz laser infravermelha é capaz de penetrar profundamente na pele e dessa maneira, é hábil para estimular uma maior produção de colágeno, elastina e outros componentes que são responsáveis pela sua elasticidade e sustentação. O preço é realmente alto e muitas vezes os resultados precisam de mais sessões para aparecer.
  5. Ultrassom microfocado: esta é uma tecnologia nova em que através de cada disparo das ondas ultrassônicas, ele origina pontos de retração da pele. Ao final de uma sessão comum, são realizados até 10.000 disparos, que aquecem pontualmente as camadas mais profundas da derme, que é a região ideal para incentivar a formação de colágeno e elastina, reduzir a flacidez e melhorar a elasticidade da pele. É utilizado, principalmente, na flacidez de face e pescoço. Existe a questão de o preço ser extremamente alto e que os resultados geralmente levam um tempo para aparecer.

Como você pode notar, os tratamentos existem e agem de acordo com o que se propõe fazer. Contudo, o preço destes tratamentos pode ser considerado um tanto elevado e também pelo fato de não se resolverem em apenas uma sessão. É por isso que temos que falar sobre os cuidados triviais com a pele para que diminua a maior quantidade de flacidez num curto espaço de tempo e de forma natural.

Quais são os cuidados com a pele que eu preciso ter para evitar a flacidez?

Dentre os principais cuidados com a pele que você precisa ter, os mais importantes estão destacados abaixo em uma ordem de prioridades. Veja:

  1. Usar protetor solar todos os dias;
  2. Tomar muita água para cuidar da pele;
  3. Tomar suplemento de colágeno hidrolisado (vamos ler mais sobre isso);
  4. Evitar exposição ao sol forte;
  5. Fazer exercícios para evitar flacidez;
  6. Usar cremes firmadores;
  7. Ter cuidados com a alimentação diária.

Lembre-se sempre que você é responsável por cuidar da saúde do seu corpo! Ele é o seu templo e você é a rainha que o comanda! Por isso, tenha cuidado com o sol, com a sua alimentação e com a forma como você conduz a sua vida. Gostou do texto? Que tal um vídeo sobre flacidez para te ajudar a acabar com isso de uma vez por todas?

Leave a Reply