? Fluoxetina Emagrece ou Engorda? ?

Rate this post

Você está fazendo tratamento com fluoxetina e percebe que começou a engordar? A sua amiga, que também começou a tomar recentemente afirma que emagreceu? O que será que está errado nessa história?

Descubra se Fluoxetina engorda ou emagrece lendo este artigo até o final.

O que é Fluoxetina?

O que chamamos de Fluoxetina é na verdade conhecido como  Prozac, que é um medicamento usado através de orientação médica para cuidar de depressão, síndrome do pânico e até transtorno obsessivo compulsivo.

Existem especialistas que também prescrevem essa medicação para pessoas que sofrem de bulimia nervosa e também crises de ansiedade extremas.

As variações do remédio podem causar perda de apetite e por consequência a perda de peso, este é apenas um resultado de tomar fluoxetina.

Se você lida com vontade constante de comer, o seu médico também pode te indicar Fluoxetina para tratar a sua compulsão alimentar e também vômito para os pacientes que sofrem de bulimia moderada a severa.

Existem casos em que a Fluoxetina emagrece, em outros, a fluoxetina engorda. Qual será o seu caso?

O que a Fluoxetina faz no organismo?

A Fluoxetina é capaz de aumentar a quantidade de produção de serotonina, que é um hormônio encontrado no cérebro, e ela bloqueia a reabsorção no corpo.

Este movimento de mestre é capaz de normalizar o nível de serotonina no corpo e promover equilíbrio mental, de acordo com pesquisas feitas pela PubMed Health.

Veja aqui: 5 coisas terríveis que você faz para a sua mente todos os dias. Leia mais!

Quando a Fluoxetina Emagrece?

Dos participantes de um estudo que tomaram fluoxetina para depressão durante uma pesquisa feita nos Estados Unidos, 11% nos posicionaram com perda de apetite e 1,4 % e perceberam uma perda de peso.

Dos pacientes que tomaram placebo, apenas 2% acusaram perda de apetite e 0,5% reportaram perda de peso.

Então, num curto espaço de tempo, a fluoxetina resulta em uma perda de peso a curto prazo de até 3,5% em pacientes obesos, de acordo com um estudo publicado em dezembro e 2003 na “American Family Physician” (Médico da Família Americana).

Contudo, tudo indica que este peso pode vir a voltar – e o artigo sugere que uma dieta saudável combinada com atividades físicas seja usada como o principal método para controlar o peso e prevenir obesidade.

Quando a Fluoxetina Engorda

Fluoxetina também pode levar a um aumento de apetite e ganho de peso em cerca de 1 a 10 pacientes, de acordo com o “Drug Information Handbook” (Manual de Informações de Medicamentos).

Ganho de peso significante pode levar a preocupações com a saúde, como o desenvolvimento de hipertensão arterial, colesterol alto e diabetes. Ganho de peso também pode levar a um aumento na depressão e baixa autoestima.

Qual é a solução então?

Aqui vão algumas dicas que você pode fazer uso se estiver tendo alguns destes efeitos colaterais:

  • Problemas gastrointestinais: faça uso do medicamento com uma refeição equilibrada;
  • Boca seca: mastigue um chiclete ou chupe uma bala para evitar ficar com a boca sempre seca e  com náuseas.
  • Emagrecendo muito: Não pule refeições para evitar perder peso demais;
  • Se você perder mais de 5 quilos sem tentar, fale com seu médico;
  • Ganho de peso pode ser prevenido comendo de forma saudável e sendo ativo;
  • Controlar a ingestão de calorias e se exercitar regularmente pode reduzir muito seus riscos de ganhar peso;
  • Seu médico pode ajudar a desenvolver uma dieta balanceada;
  • Determinar que exercícios são bons para você.

Acompanhe o seu corpo

Vá ao seu médico com frequência para acompanhar os resultados e falar com ele sobre os seus efeitos colaterais gastrointestinais e perda ou ganho de peso enquanto toma Fluoxetina. Se a perda ou ganho de peso continuar, seu médico pode determinar se você precisa parar de tomar o medicamento ou mudar a dose.

O mais importante aqui é você não desistir de quem você é. Se você está tomando medicamento controlado, é porque precisa de ajuda. E parar com a medicação no período de adaptação pode ser realmente ruim.

Por isso, que tal ver este vídeo de dicas para se adaptar melhor ao seu remédio antidepressivo?

Para ler mais conteúdo como este, clique aqui.

Leave a Reply

DMCA.com Protection Status  

Sobre Nós | Politica de Cookies | Politica de Privacidade | Isenção Médica e Política de Uso | Contato | Mapa do Site