ūü•á √ďleo de coco: Para que serve? Emagrece mesmo? Onde comprar? ūü§Ē

ūü•á √ďleo de coco: Para que serve? Emagrece mesmo? Onde comprar? ūü§Ē
Rate this post

 

O coco, já deixou de ser o vilão da alimentação a muito tempo. Suas propriedades e benefícios foram estudadas e descobertas pelos especialistas e profissionais de nutrição.

Antes, acreditava-se que por ser um produto muito gorduroso, não poderia ser consumido, e por isso foi excluído do cardápio dos cidadãos brasileiros.

Para que serve o óleo de coco?

A fruta √© sem d√ļvida, muito saborosa e acrescentada em diversas receitas doces e salgadas. O √≥leo extra√≠do dele tamb√©m, n√£o fica atr√°s nos benef√≠cios:

-Controla os n√≠veis de a√ß√ļcar no sangue, quebrando as mol√©culas de carboidratos que elevam a taxa glic√™mica;

-Eleva os níveis de HDL (o bom colesterol), protegendo o coração e diminuindo as chances de entupimento das artérias.

-Melhora a imunidade do corpo, com a√ß√Ķes antibacterianas, antif√ļngicas e antiprotozo√°rias.

-√Č um poderoso creme hidratante que combate √†s rugas;

-Hidratante para os cabelos;

-Combate a acne;

-Reduz a coceira, irritação e inchaço da pele;

-√Č um lubrificante sexual natural (mas n√£o deve ser usado no preservativo, pois ir√° rasgar o l√°tex da camisinha).

-Dá brilho nos móveis e lubrifica as dobradiças das portas;

O óleo de coco serve para emagrecer?

Como dito anteriormente, o óleo de coco era um grande vilão nas dietas e nos cardápios. Mas, as pesquisas provaram que o produto faz muito bem ao corpo, acelerando o organismo, fazendo com que o corpo perca gordura mais rapidamente.

Ele proporciona também o controle do apetite, mas somente o uso do óleo de coco não faz milagres. Deve estar aliado a uma dieta saudável como um todo.

Primeiramente troque os carboidratos de farinha branca, pelos integrais. Evite ao m√°ximo consumir a√ß√ļcar branco ou refinado, refrigerantes, frituras em excesso.

D√™ prefer√™ncia sempre a verduras, legumes, frutas frescas e org√Ęnicas (sem agrot√≥xicos), exercitando-se pelo menos tr√™s vezes por semana, alternando entre exerc√≠cios aer√≥bicos e de muscula√ß√£o.

No mercado, existem tipos de óleo de coco refinado e extra-virgem. A diferença entre eles, é que o refinado passou por altas temperaturas, extraído do coco seco, para ser refinado e acrescentado produtos químicos.

Já o extra-virgem foi retirado a frio, sem o uso de produtos e com o coco fresco. No caso do extra-virgem, ele deve ser retirado até 48 horas após a sua colheita. O óleo de coco pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, pela internet, e em alguns supermercados.

Os especialistas ressaltam ainda que, as gorduras presentes no óleo de coco, são triglicerídeos de cadeia média (TCM), e não de longa cadeia, como normalmente são os produtos encontrados no mercado.

Portanto, o corpo absorve melhor este tipo de gordura, principalmente o nosso fígado, que a transforma logo em energia vital para todo o corpo. Além de todos esses benefícios, ele combate à prisão de ventre, auxiliando na digestão dos alimentos, facilitando o trabalho do intestino.

Todo esse processo elimina as bactérias ruins do intestino, favorecendo a flora bacteriana do bem que nele habita. Seu uso deve ser moderado, pois se ele auxiliar na prisão de ventre, quando consumido em excesso, causa o efeito contrário, dando diarreia.

Para a pele então, o óleo de coco dá elasticidade, combatendo aos radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce, e da perda de colágeno.

Mas, nada de sair por aí consumindo o óleo de coco sem medida. A quantidade ideal de acordo com especialistas, é de 15 gramas (uma colher de sopa no máximo quatro, dividindo-as em pratos salgados doces), baseada em uma dieta de duas mil calorias por dia. Essa quantidade já é suficientemente boa para que o corpo absorva completamente seus benefícios e propriedades.

O óleo de coco vai bem em saladas, sucos de frutas e em vitaminas. Já para o preparo de pratos quentes, o ideal é que não seja levado ao fogo, a fim de não perder as suas propriedades antioxidantes.

Use-o em peixes, arroz, para temperar saladas, preparação de bolos e tortas salgadas e doces, torradinhas, patês, podendo ainda misturá-lo em iogurtes. Comparando-o com outros tipos de óleo, é com certeza o mais saudável e indicado para o consumo diário.

Algumas pessoas utilizam a máscara de óleo de coco, abacate, banana, gel de babosa e azeite, para passar nos cabelos. A mistura, garante hidratação profunda aos fios, e deve ser aplicada nos cabelos secos, para uma melhor absorção.

Existem vers√Ķes do √≥leo de coco em c√°psulas, que podem ser encontradas facilmente nas farm√°cias, devendo ser ingeridas no hor√°rio de almo√ßo ou no jantar.

Ao utilizá-lo diariamente com moderação, observando-se a quantidade de calorias que se consome durante o dia, o óleo de coco, começará a trazer saciedade, controlando a compulsão por comer carboidratos ruins (pães, arroz, macarrão de farinha branca).

Esses carboidratos ruins viram a√ß√ļcar muito r√°pido no sangue, for√ßando o f√≠gado a produzir muita insulina e pouca energia, acumulando mais gordura no corpo.

A natureza é riquíssima em proporcionar remédios, nutrientes e benefícios naturais em toda sorte de frutas, verduras, folhagens e legumes.

Muitas pessoas pensam que para obterem um corpo saudável, é preciso restringir ao máximo a alimentação, deixar de comer tudo o que gosta, da noite para o dia.

 

Se o corpo não ficou obeso da noite para o dia, também não será por um milagre que ele voltará ao normal. A conta é bem simples de fazer: quando comemos mais do que o corpo pode consumir, em termos de energia, ele sofrerá uma sobrecarga de energia ruim.

Com isso, o ac√ļmulo de gordura ir√° para todas as partes do corpo, elevando as taxas glic√™micas, e no momento em que ela cair, haver√° uma queda abrupta de energia.

Mas, levando-se em conta que cada organismo √© de um jeito, um profissional de sa√ļde deve ser consultado, a fim de que seja avaliada a condi√ß√£o f√≠sica e a alimenta√ß√£o adequada para cada um, sem deixar de lado os exerc√≠cios f√≠sicos.

Comer de tudo, em poucas quantidades, preferindo sempre as vers√Ķes mais naturais e org√Ęnicas dos alimentos, ir√° proporcionar sem d√ļvida, uma vida equilibrada, feliz, saud√°vel, tranquila e sem percal√ßos.

Leave a Reply